Connect with us

Polícia

Filho segura a própria mãe pelo pescoço, desacata policiais e acaba preso em flagrante

Publicado

em


A Polícia Militar registrou duas ocorrências de violência doméstica envolvendo mães e filhos nesta terça-feira (12). Os crimes foram registrados em Junqueirópolis e em Adamantina.

O primeiro registro foi por volta das 10h47, em Junqueirópolis (SP). De acordo com a polícia, a vítima, de 44 anos, contou que pediu ao seu filho, de 25 anos, que ele lavasse as roupas dele, no entanto, o rapaz ficou “exaltado e pegou uma cadeira de bar e começou a danificar sua casa”.

A vítima contou que o filho quebrou moveis e quando a outra filha, de 27 anos, tentou intervir, ele a agrediu com uma cadeira de metal na cabeça dela. Depois, ele foi para fora da casa e danificou o veículo escolar da mãe dele, que estava estacionado, segundo a polícia. Em seguida, o homem fugiu.

A mulher também falou à PM que, de imediato, pegou o seu carro e foi atrás do filho. Quando o encontrou caminhando pela Rua Curitiba jogou o carro contra ele o atingiu. A mulher ainda explicou que durante a briga o cachorro escapou o mordeu seu neto, de 11 anos.

A polícia localizou o suspeito e ele estava com algumas escoriações. Ele contou que mora com a mãe e que quando ela pediu para que ele lavasse sua roupa, passaram a se desentender. O homem alegou que a mãe “veio para cima dele” e tentou agredi-lo com um pedaço de madeira. Depois, confirmou que começou a quebrar as coisas da casa.

O homem foi preso e permaneceu à disposição da Justiça. Todos os envolvidos receberam atendimento médico e foram liberados.

A segunda ocorrência foi registrada por volta das 19h20, em Adamantina.

Conforme informações da polícia, o suspeito teria agredido sua genitora, de 66 anos.

A mulher contou à polícia que o filho chegou embriagado e ao tentar dialogar com ele, ele começou a se comportar agressivamente, segurando-a pelo pescoço e pelo braço, sendo contido pelo irmão, de 46 anos.

Com a chegada da equipe da Polícia Militar, durante conversa com a vítima que se encontrava na rua, o autor tentou sair correndo da casa, mas foi detido. Nesse momento, começou a ofender a equipe policial dizendo com palavras de baixo calão.

Foi dada voz de prisão em flagrante ao homem por violência doméstica e desacato a funcionário público no exercício da função. Ele permaneceu à disposição da Justiça.



 

Publicidade

Mais Lidas

error: O conteúdo está protegido !!