Connect with us

Polícia

Duas pessoas são presas em operação da Polícia Civil no caso de homem encontrado morto e esquartejado

Publicado

em


A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (9) duas pessoas suspeitas de envolvimento no assassinato de um homem, de 43 anos, que foi esquartejado e teve partes do corpo encontradas no mês passado em dois sacos plásticos jogados em uma estrada de terra no bairro Village Lagoinha, em Presidente Epitácio (SP).

As duas pessoas presas nesta quinta-feira (9), na cidade de Hortolândia (SP), na região de Campinas (SP), foram um homem, de 65 anos, e uma mulher, de 63 anos, alvos de uma operação denominada de “Gravata Colorada”. Segundo a Polícia Civil, o nome faz referência à degola dos inimigos que era prática corriqueira pelos dois lados envolvidos na Revolução Federalista, no fim do século 19, na região sul do Brasil.

Os suspeitos foram removidos para a região de Presidente Prudente e serão encaminhados às cadeias de Dracena (SP), no caso da mulher, e de Presidente Venceslau (SP), em relação ao homem, para o cumprimento de prisões temporárias decretadas pela Justiça pelo prazo inicial de 30 dias, que poderá ainda ser prorrogado por igual período.

O homem que foi vítima do esquartejamento era morador de Americana (SP), cidade que também fica na região de Campinas.

Segundo a Polícia Civil, a mulher presa nesta quinta-feira (9) possui uma casa de veraneio em Presidente Epitácio, nas proximidades do local onde foram encontrados as partes do corpo (tronco, braços e pernas) do homem esquartejado.

Publicidade

Mais Lidas