Maquete Sustentável chama atenção dos visitantes da ExpoVerde 2019

Com o tema “Sustentabilidade”, a ExpoVerde 2019 inovou ao trazer uma maquete sustentável. Ela foi desenvolvida pela equipe da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (SAAMA) de Adamantina.

A iniciativa de construir duas cidades completamente diferentes foi baseada no tema da 29ª Feira do Verde e Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Adamantina.

“O nosso objetivo ao construir uma maquete sustentável foi o de buscar a conscientização das pessoas, pois só a partir do momento que elas vêem os problemas que a falta de cuidado com o meio ambiente traz é que começam a perceber a necessidade de mudar os hábitos”, explica o engenheiro ambiental da prefeitura, William Bachega.

https://scontent.faep3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/67972545_518469505625412_2096247445527724032_o.jpg?_nc_cat=106&_nc_eui2=AeEaWpnxsNweEnJOsIOe41xsh9thf8sJHJV27lynmDTPMOOdE-lyJD6myCcu_pq8TGYHS8BOxbnHAI2bwMIS18dptMfoRrKiJP3hTcBk5xgwAw&_nc_oc=AQnwh5F-3pIAq-SlKmqmWS9KQbzft2vUFdSx9RIRsnnWNtfdSAQX9xEJJBXge5STN77u3a-PjBfHWLH5J7lqPrMi&_nc_ht=scontent.faep3-1.fna&oh=c6062fdc4419fb034bf81427fae4fa8e&oe=5DF18F0E

De um lado, foi construída uma cidade sustentável, com árvores plantadas nas nascentes dos rios formando uma área de preservação permanente (APP) e do outro, uma cidade desordenada.

As nascentes dos rios devem receber vegetação nativa ou não, porém sua função é manter preservado não só a paisagem como também os recursos hídricos, a biodiversidade e a estabilidade geológica.

“Essas determinações estão na lei nº12.651 e ela visa a proteção do solo, bem como a diminuição do calor que tem como conseqüência o bem-estar dos seres humanos”, explica.

A professora Olívia Alves Salvador, da Escola Maria do Carmo de Lucélia, afirma que Adamantina faz um trabalho muito importante com envolvimento de todos os setores em prol do meio ambiente.

“A gente faz o trabalho de conscientização em sala de aula, mas acaba ficando muito na teoria, é importante trazer os alunos em tempos em que temos visto a destruição da floresta amazônica e ninguém de repente faz nada, mas Adamantina faz um trabalho voltado ao meio ambiente”, afirma.  

Além da maquete sustentável, o Recinto Poliesportivo recebeu 100 novas lixeiras confeccionadas pelo Projeto Piloto da Cooperativa de Catadores de Adamantina, a partir da doação de garrafas pets pelos alunos da rede municipal de ensino.

Foram arrecadadas mais 3000 garrafas que poderiam ter sido depositadas indevidamente no meio ambiente e agora servem para além de manter o recinto organizado, também são fonte de renda para os catadores do projeto piloto que estão credenciados para o recolhimento do material reciclável.

 

Jornalista Natacha Dominato

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ADAMANTINA

 

https://scontent.faep3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/62019222_468199280652435_335197333887123456_o.jpg?_nc_cat=104&_nc_eui2=AeFHlEgj_z6Ax3TRtj2YSgyPP9_qF_gWlWMS3LC3osFrX6DW6mB2WrodyYMuMmeCxvkktL_HV8qU6gFzrXTe9ycrLs2nU4ulo-eE1OI8uMFsqA&_nc_oc=AQn25SC99b_22jfbsGG6jdgqrPwcUIBpayI6nWjFRuh3KrpanSTq0ZCBPJogNRGvkxFmFJ9Tv3_JDoRMa8y-yi22&_nc_ht=scontent.faep3-1.fna&oh=e96bce0c136ebf838117d2e0abf97a33&oe=5E0A4BB0

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional