Vereadora e presidente da Câmara cobram informações sobre retomada de obras atrasadas

A vereadora Dinha Santos Gil e o presidente Edinho Ruete, ambos do DEM (Democratas) apresentaram na sessão ordinária da Câmara Municipal realizada na última segunda-feira (1º de abril) o Requerimento nº 109/19 que cobra informações relacionadas ao novo processo licitatório que viabilizará a retomada das construções do vestiário no campo do Jardim Adamantina e dos sanitários no Parque Caldeira.

No documento os legisladores questionam: Já foram tomadas as providências para contratação de nova empresa que conclua os serviços? Existe previsão de concretização Da Redação De Adamantina desta contratação?.

Outros pontos indagados pelos democratas dizem respeito à data de retorno das obras e valor do convênio, assim como se os recursos restantes são suficientes para finalizar as construções ou a Prefeitura precisará investir recurso extra para a conclusão.

O Requerimento foi aprovado por unanimidade pelo plenário e encaminhado ao Poder Executivo para resposta. Em matéria veiculada pelo Folha Regional no começo de fevereiro deste ano foi abordada exatamente a situação dessas obras, após o assunto ter sido mais uma vez trazido à reportagem pela Presidência da Associação de Moradores do Jardim Adamantina. Na resposta dada a Prefeitura salientou que a empresa contratada abandonou a obra, por isso, solicitou uma reprogramação das construções a Caixa Econômica Federal para poder realizar um novo processo licitatório e finalizar os serviços.

“Toda documentação necessária foi encaminhada, agora aguardamos a análise e o autorizo por parte da Caixa”, informou a Administração Municipal no dia 28 de fevereiro. A placa colocada no canteiro de obras, na época que foram iniciados os serviços, fixava que o término das construções seria no dia 6 de abril de 2016. Portanto, exatamente hoje – 6 de abril de 2019 – completa três anos.

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional