Connect with us

Cidades

Prefeito critica falta de informação e cobra solução para manter trevo da Lagoa Seca na SP-294

Publicado

em

Em audiência ocorrida nesta semana na sede da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), na capital paulista, o prefeito Márcio Cardim ‘soltou o verbo’ e criticou a ausência de resposta aos pedidos feitos pela Prefeitura de Adamantina para manter o trevo de acesso ao bairro Lagoa Seca, localizado no cruzamento da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294) com a Rodovia Plácido Rocha.

“Não chegam informação até nós. Estamos cansados de participar dessas audiências públicas. Nós queremos um trato entre Eixo, Artesp e Prefeitura”, declarou o chefe do executivo.

Desde o anúncio da necessidade de mudança do trevo para uma distância de 3 km para frente – sentido Flórida/Adamantina –, o Município tem buscado uma alternativa para não tirar o equipamento de tráfego do local e preservar o fácil acesso à população adamantinense.

“Temos um trevo lá (Lagoa Seca) faz 50 anos, que dá acesso a grandes empresas – Usina Branco Peres, Raizen, Ajinomoto –, além dos agricultores familiares, e querem deslocar quase 5km pra frente. Então não vão mais chegar até a minha cidade. Isso é um absurdo e arrebenta com a cidade! E a gente não é ouvido. É a sétima audiência que participo aqui, inclusive nesta mesa, e vocês destratam, nós, prefeitos, não mostram projeto, não mostram cronograma. Audiência pública não resolve nada. Temos que sentar nós e resolvermos, cara a cara, olho a olho. Se é dinheiro que está faltando, vamos até o Governo (Estadual) pedir”, disparou Cardim.

Na época, a EixoSP justificou a necessidade da mudança para atender os seus novos regulamentos de trânsito.

“O meu trevo lá, tecnicamente, já disseram que é possível fazer uma passagem por baixo e não mudar o retorno perto de Flórida. Mas eu não aguento mais vim em reunião aqui. Ou vocês colocam pra gente uma situação real do que vai acontecer ou a gente fala pra nossa população que o trevo vai ficar lá e pronto. Não dá pra ficar enrolando os prefeitos mais”, reforçou o prefeito.

A Prefeitura também já elaborou e protocolou nos órgãos estaduais projeto buscando quantificar os prejuízos que podem ser causados à população se houver a transferência do acesso.

Cardim revelou à reportagem do Folha Regional na quinta-feira (7) que após a reunião foi solicitado que a Prefeitura inclua o pedido de manutenção do trevo no sistema para ser analisado e haver uma decisão.

 

 

 

Cidades

Adamantina e região recebem Comissão Semadoras do Agro nesta quarta-feira

Published

on

Evento, em parceria com o sindicato rural e o SEBRAE, é voltado para ações de estímulo ao empreendedorismo feminino no campo

 

As produtoras e trabalhadoras rurais de Adamantina e região terão um evento importante nesta quarta-feira (17/04). Comemorando dois anos de muito trabalho, a Comissão Semadoras do Agro, da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp), em parceria com o SEBRAE e o sindicato rural, levará à região ações de estímulo ao empreendedorismo feminino no campo.

A abertura será feita pelo presidente do Sindicato Rural de Adamantina, José Carlos Tiveron, pelo prefeito de Mariápolis, Ricardo Mitsuro Watanabe, e o gerente do SEBRAE-SP – Presidente Prudente, José Carlos Cavalcante. A vice-presidente da Comissão, Juliana Farah, apresentará a palestra “Protagonismo Feminino: Do empreendedorismo ao acesso a crédito no campo”, enquanto a coordenadora executiva das Semeadoras, Adriana Menezes, falará das ações desenvolvidas pela FAESP em prol das mulheres.

“Estamos comemorando dois anos de muito sucesso do projeto e lançamos novos desafios. As mulheres estão respondendo ao trabalho e procurando o Senar-SP, por exemplo, para novos cursos. Houve um crescimento de 10% na participação feminina, mostrando que as mulheres estão ocupando seu lugar de direito no agronegócio”, frisou Juliana Farah.

Haverá ainda a palestra online “Amar é se Cuidar”, ministrada por Ana Eliza Angeliere, e a analista de negócios do SEBRAE-SP, Fabíola Neias, fará a apresentação “Descubra-se”. O Banco do Povo estará prestando atendimento às produtoras durante o evento.

SERVIÇO 

Mulheres, descubram-se no Campo 

Local: Centro Comunitário

End.: Rua Rui Barbosa, 1008 – Centro – Mariápolis

Data: 17/04

Hora: 18h

Informações e inscrições: 

Sindicato Rural: 18 3521-2571

SEBRAE: 18 99815-9080 (Whatsapp)

Inscrições pelo link 

 

 

 

Continue lendo

Cidades

De Adamantina, Izabela Rodrigues e Lucas Marcelino estarão no Ibero-Americano de Atletismo em Cuiabá

Published

on

O atletismo do Brasil terá 90 atletas (45 no feminino e 45 no masculino) na disputa do Campeonato Ibero-Americano de Atletismo de 2024, na pista do Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá, de 10 a 12 de maio.

Entre os competidores convocados nesta segunda-feira (15) pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) estão dois adamantinenses: Izabela Rodrigues da Silva, do IEMA/SP no lançamento do disco, e Lucas Marcelino dos Santos, do Pinheiros-SP no salto em distância. Veja aqui a lista completa com os nomes dos 90 atletas.

Conforme a CBAt, o Ibero-Americano reúne a cada dois anos países ibero-americanos mais Andorra e países africanos onde a língua oficial é o espanhol ou o português. Um total de 25 países já se inscreveram.

Será a primeira vez que o centro-oeste recebe a competição que no Brasil já foi realizada em Manaus (1990), Rio de Janeiro (2000), São Paulo (2014) e novamente Rio de Janeiro (2016), que foi pré-olímpica como será agora a de Cuiabá. A primeira edição do Ibero-Americano foi realizada em 1983, em Barcelona (Espanha).


Continue lendo

Cidades

Relatos de demora na realização de exames de imagem viram tema de questionamento na Câmara

Published

on

Por consequência de relatos de pacientes, foi apresentado na última sessão ordinária da Câmara Municipal o Requerimento nº 039/2024, que questiona o tempo para a realização de exames na rede municipal de saúde.

No documento, o vereador Antônio Leôncio “Bigode da Capoeira” cobra os motivos pelo quais tem havido atraso em exames de imagem, principalmente de ultrassom.

“Segundo os pacientes, a realização tem demorado muito, chegando às vezes há mais de três anos de espera”, revela o legislador após ouvir usuários do sistema municipal de saúde.

Com a aprovação unânime do plenário, o Requerimento foi encaminhado à Prefeitura de Adamantina e à Secretaria de Saúde para resposta.

 

 

 

Continue lendo

Mais Lidas

error: O conteúdo está protegido !!