Connect with us

Geral

ARTIGO: É tempo de recordar

Publicado

em

Em setembro de 2016, publiquei o artigo A um passo do paraíso. Nele, falava das promessas que os candidatos a prefeito e vereador faziam na campanha eleitoral em Adamantina. Lembrando que tínhamos apenas dois concorrentes ao cargo majoritário, Márcio Cardim e Cícero Mortari. Reveja o texto e tire as suas conclusões sobre o que mudou de lá para cá, caro leitor/eleitor!

A um passo do paraíso

‘’Resulta da própria natureza das coisas que quanto maior for à mentira mais fácil será que acreditem nela, pois a massa popular (…) é menos corrompida e, devido à simplicidade do seu caráter, é mais frequentemente vitima de grandes mentiras do que de pequenas.’’ (Adolf Hitler)

Pelo ranger da enferrujada engrenagem eleitoral, os principais problemas dos adamantinenses estão com os dias contados. No próximo ano teremos um novo jeito de fazer política na cidade, onde o cidadão receberá a mesma atenção que é dada ao seu titulo de eleitor.

Não haverá mais filas nos postos de saúde, nem faltarão médicos e remédios. Sobrarão vagas nas creches e bolsas de estudos no ensino superior. Grandes indústrias irão se instalar no município e a procura por trabalho deixará de ser uma dor de cabeça para quem está desempregado.

Milhares de casas populares serão construídas para dar moradia própria aos munícipes de baixa renda. O transporte coletivo urbano será melhorado e as pessoas mais humildes terão passagens gratuitas. A credibilidade e a saúde financeira da prefeitura serão recuperadas e alguns impostos municipais deverão ser reduzidos.

O contrato com a empresa de saneamento (Sabesp) será revisto e as taxas cobradas pelo tratamento de água e esgoto serão mais justas. A mesma coisa vai ocorrer com a empresa fornecedora de energia elétrica, que terá que reduzir as tarifas e oferecer um serviço de melhor qualidade à população.

Os servidores serão valorizados e terão os salários reajustados com índices acima da inflação apurada a cada ano. Será feita uma reestruturação administrativa no quadro do funcionalismo municipal que levará em conta a capacidade dos trabalhadores e não apenas a afinidade destes com os seus superiores hierárquicos.

Mosquitos transmissores da dengue, leishmaniose, febre chikungunya e zika vírus, serão eliminados através de técnicas cientificas e irão desaparecer de uma vez por todas da cidade. Ninguém vai sofrer mais com a perda de entes queridos para essas doenças, nem ter animaizinhos de estimação sacrificados.

As estradas rurais serão melhoradas e os agricultores receberão assistência técnica de pesquisadores especializados em aumento de produção e renda. Para melhorar o meio ambiente as margens dos córregos serão reflorestadas, uma nova usina de lixo construída e novo aterro sanitário implantado no município.          

Os artistas locais serão valorizados e o coreto da praça principal será reativado para que façam suas apresentações aos adamantinenses. Rodas de capoeira, oficinas literárias, música, teatro e diversas outras modalidades culturais deverão ser levadas aos bairros da periferia da cidade.

Os campos de futebol de várzea serão revitalizados. Campeonatos amadores voltarão a acontecer e o grande time de futsal será reativado. Atletismo, basquete, vôlei e natação receberão incentivos nunca vistos em Adamantina.

Os vereadores continuarão trabalhando incansavelmente pelos interesses coletivos da população. Para interagir melhor com os munícipes, até as atas das sessões legislativas anteriores voltarão a ser lidas e explicadas no inicio dos trabalhos do dia.

E o que dizer então das propostas do presidente da Câmara Municipal? Entre elas, um importante cursinho de oratória para os novos vereadores e a volta da tribuna livre. A propósito, pouca gente sabe, mas certo partido político ‘’já’’ elegeu o novo presidente da Casa de Leis.

Por enquanto é isso. Mas vamos continuar atentos e caso surja alguma novidade na filial do paraíso que estão prometendo criar, voltaremos a tratar deste palpitante assunto. Detalhe: A propaganda política de alguns partidos é inspirada na propaganda de guerra nazista. É aí que mora o perigo!

 

 

 

 

 

 

 

Publicidade

Geral

ARTIGO: Marcha dos Prefeitos: Entes federados em marcha pelos municípios

Published

on

Por Alexandre Padilha

Brasília recebeu na última semana a ‘XXV Marcha em Defesa dos Municípios’, evento que acontece anualmente e que é tradicionalmente conhecido como ‘Marcha dos Prefeitos’. Organizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) este importante encontro conta com a presença de prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais e vereadores de todo o Brasil e também com a participação de representantes do governo federal.

Com a finalidade de debater os desafios, perspectivas, soluções e realidades dos municípios brasileiros, a Marcha é um espaço fundamental de diálogo entre os entes e também onde as políticas municipalistas são discutidas, formuladas e ampliadas.

Presente na abertura, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou um importante pleito de prefeitos e prefeitas: a manutenção de 8% da alíquota previdenciária dos municípios durante o ano de 2024 e a construção compartilhada com as entidades municipalistas da proposta de reoneração gradual para os próximos anos.

Este importante acordo firmado entre o Governo Federal, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) se soma a um pacote de medidas para recuperar as finanças municipais e proporcionar a saúde das contas públicas das prefeituras.

No diálogo com o Congresso Nacional também conseguimos aprovar a compensação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para desafogar a queda na arrecadação das prefeituras promovidas por leis promulgadas pelo governo anterior e que retiraram mais de R$ 100 bilhões dos estados e municípios. Essa compensação garantiu que nenhum município recebesse menos recursos do FPM em 2023 do que no ano anterior, promessa do presidente Lula.

Com isso, no final de 2023, esse Fundo recebeu repasse de R$ 10,87 bilhões e, neste ano, a arrecadação continua crescendo, já foram repassados R$ 7 bilhões a mais que no mesmo período do ano passado.

Ainda dentro do projeto de lei sobre a desoneração, iremos inserir a questão da dívida previdenciária das prefeituras. O governo quer avançar na mudança do tempo de parcelamento da dívida previdenciária, tirar a Selic do indexador, estabelecer um teto máximo de comprometimento da Receita Corrente Líquida (RCL), aumentar o prazo dos municípios para não comprometer ainda mais a sua receita.

Com relação aos precatórios, o governo federal propõe concordar com uma emenda que garante o comprometimento máximo da RCL, que varia de 1% a 4% dependendo do estoque da dívida.

Há ainda a proposta de desburocratização de repasse nos recursos dos convênios com a simplificação das regras de transferências voluntárias o que significa 80% dos convênios em execução, até R$ 1,5 milhão, o que representa R$ 15,6 bilhões repassados pela União.

A Marcha dos Prefeitos é o encontro da federação brasileira e nós precisamos, mais do que nunca, da parceria do governo federal, municípios e estados para enfrentar os desafios que temos pela frente.

*Alexandre Padilha é médico, professor universitário, ministro das Relações Institucionais da Presidência da República e deputado federal licenciado (PT/SP). Foi Ministro da Coordenação Política no primeiro governo Lula, da Saúde no governo Dilma e Secretário da Saúde na gestão Fernando Haddad na cidade de SP.

Continue lendo

Geral

Caminhoneiro morre ao bater na traseira de carreta carregada com pedras em Fernandópolis

Published

on

Um homem, de 44 anos, morreu ao bater o caminhão semi-reboque que dirigia contra a traseira de uma carreta carregada com pedras em Fernandópolis (SP). O acidente ocorreu na manhã desta quinta-feira (23).

Segundo a Polícia Rodoviária, Luciamar Garcia Lourenção, morador de Tanabi (SP), ficou preso nas ferragens e morreu no local. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Fernandópolis.

Devido ao acidente, uma das faixas da pista ficou interditada, mas o trânsito já foi liberado. A causas da batida serão investigadas.

Continue lendo

Geral

Jovem morre após bater contra carreta e caminhonete em rodovia do interior de SP; carro ficou destruído

Published

on

Um jovem, de apenas 25 anos, morreu, após o carro que ele dirigia ter se envolvido em um acidente com uma carreta e uma caminhonete, na rodovia Miguel Jubran (SP-333), em Tarumã (SP), nesta quarta-feira (22).

De acordo com a Polícia Rodoviária, o carro em que a vítima estava, identificada como Carlos Eduardo Nascimento dos Santos, de 25 anos, bateu de frente contra uma carreta, na altura do km 419 da via.

Em seguida, o carro ainda colidiu contra uma caminhonete que trafegava logo atrás da carreta. O veículo da vítima ficou completamente destruído e a morte foi confirmada ainda no local do acidente. Não houve outros feridos no acidente.

O corpo de Carlos Eduardo Nascimento dos Santos foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Assis (SP) para exame necroscópico antes de ser liberado à família para o velório e sepultamento.

O tráfego já foi liberado no trecho. As causas do acidente serão investigadas.

Continue lendo

Mais Lidas

error: O conteúdo está protegido !!