Connect with us

Geral

Autor de ofensas racistas contra prefeita de Bauru é condenado à prisão

Publicado

em

A 1ª Vara Criminal de Bauru (SP) condenou a três anos e 22 dias de prisão o autor das ofensas racistas contra a prefeita da cidade, Suéllen Rosim (PSD), em 2020. A sentença foi pronunciada no dia 25 de agosto e cabe recurso.

Na decisão, a juíza Marina Freire pontua que o acusado, Luiz Henrique do Nascimento, “ratificou preconceito de raça, através dos meios de comunicação social, utilizando palavras e comentários ofensivos, contra pessoas da raça negra, em especial contra a vítima Suéllen Silva Rosim”.

À época, as mensagens com os ataques racistas foram divulgadas em um grupo de WhatsApp de servidores públicos da prefeitura em meio ao segundo turno para o cargo de prefeito nas eleições municipais de 2020. Luiz Henrique usou um nome falso no aplicativo para realizar os comentários racistas.

“Desculpa o desabafo gente, mas não podemos eleger aquela mulher com cara de favelada pra ser nossa prefeita. Essa gentinha irá afundar Bauru”, dizia uma das mensagens de cunho racista.

Um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado por Suéllen Rosim após ela vencer a eleição contra o candidato Dr. Raul (DEM) e ter sido eleita a primeira prefeita da história da cidade.

Durante o inquérito policial, Luiz Henrique, que é um homem negro, confessou a autoria das ofensas e informou que queria despertar uma discussão sobre “racismo velado”. O homem, morador de Bauru, foi liberado depois de prestar depoimento e respondeu ao processo em liberdade.

Na sentença proferida pela Justiça, ficou determinado que Luiz Henrique do Nascimento irá cumprir a pena em regime inicialmente aberto. Além dos três anos e 22 dias de prisão, ele também terá que pagar uma multa de 12 dias-multa, no valor de 1/30 do salário-mínimo nacional vigente à época dos fatos.

Em nota, a defesa de Luiz Henrique, por meio do advogado Jhimmy Richard Escareli, afirmou que entende que “a sentença foi equivocada, já que “o episódio se caracteriza como injúria, e não como racismo” e que a “lei que equipara os dois tipos penais só foi sancionada recentemente e o episódio ocorreu antes da nova legislação”.

Além disso, a defesa também afirma que o fato de a juíza ter deixado substituir a pena por serviços comunitários, instrumento comum em condenações inferiores a quatro anos e quando o réu tem bons antecedentes, atenta contra “observar o direito subjetivo do réu/bem” e, por isso mesmo, “a defesa aguardará ser citada para opor o recurso de apelação”.

O advogado Jeferson Daniel, que defende a prefeita no caso, afirmou que “Poder Judiciário tem demonstrado que, nos dias atuais, não há espaço para condutas preconceituosas e discriminatórias de qualquer natureza. Racismo é crime e deve ser punido como tal”.

Ofensas racistas e ameaça de morte

As mensagens com ofensas racistas foram divulgadas em um grupo de WhatsApp e chegaram ao conhecimento da prefeita. O caso passou a ser investigado pela polícia inicialmente como injúria racial, mas depois foi tipificado como racismo.

Em um dos trechos da mensagem postada no grupo, o agressor diz “não podemos eleger aquela mulher com cara de favelada para ser nossa prefeita. Essa gentinha irá afundar Bauru”.

Em outra mensagem, ele diz: “não tenho nada contra, mas essa gente de pele escura, com cara de marginal administrado essa cidade, será o fim”.

O conteúdo com cunho racista também aparece em outra mensagem: “Essa gente de cor, representada por essa tal de Suéllen, não vai saber administrar a cidade, não tem competência.”

À época dos fatos, Suéllen informou ao g1 e à TV TEM que soube dos ataques por pessoas próximas que enviaram cópias das mensagens.

“Fui alertada da situação e claro que no domingo era um dia atípico de eleição e eu queria pensar com muita calma, mas eu registrei um boletim de ocorrência e o advogado já está no caso para tomar todas as medidas necessárias.”

Pouco depois dos ataques racistas, Suéllen voltou à delegacia para denunciar uma ameaça de morte recebida por e-mail. Na mensagem, o homem se identifica, a ofende de ‘macaca’ e alega que vai comprar uma pistola no Rio de Janeiro para matá-la na casa. Nenhum suspeito foi identificado.

Publicidade

Geral

Em tempo de PRÉ com PRÉ, o meu VOTO será “em BRANCO” para o EXECUTIVO PROVINCIANO…

Published

on

“Por um voto em branco, você está dizendo que você tem uma consciência política, mas você não concorda com qualquer um dos partidos existentes.” (Jose Saramago)

 

By seb@r.

Em tempo de PRÉ para todos os lados, porém, no caso em especial dos nomes ao EXECUTIVO PROVINCIANO, pode-se registrar que são todos FARINHAS DO MESMO SACO e assim por diante…

Nada contra este ou aquele PRÉ, porém, o que interessa neste JOGO MAIS DO QUE VICIADO são os denominados GRUPOS DE APOIO, ou seja, PARTIDOS POLÍTICOS ou POLIQUEIROS e nada mais do que era nada menos…

Porém, como sempre, nestes OCASOS de um TALVEZ, prefiro DECLARAR O MEU VOTO neste texto, ou seja, INDEPENDENTE (sic) deste ou daquele PRÉ, o meu VOTO será em BRANCO, talvez NULO, ainda, pretendo TRABALHAR E ESCREVER em nome desta ESCOLHA mais do que consciente quanto aos PRÉ que sobreviverem até OUTUBRO…

Melhor PREVENIR DO QUE REMEDIAR com essa TURMA DE ALOPRADOS, ainda mais que são todos da turma do GENOCIDA e sua cambada de ALOPRADOS/AS nesta PROVÍNCIA DO FAZ DE CONTA…

Mas, quem sabe os NOVOS/AS LEGISLADORES/AS possam fazer a diferença depois de ELEITOS/AS, se bem que fica sempre aquele outro dito popular, a saber: SE VOCÊ PENSA QUE TÁ RUIM, PODE PIORAR…

Entretanto, cada qual com suas ESCOLHAS quanto a este ou aquele PRÉ neste momento, todavia, vale a pena mais um DITO pelo NÃO DITO, ou seja, É MELHOR PREVENIR DO QUE REMEDIAR…

Nas ENTREVISTAS (sic) realizadas pela MÍDIA PROVINCIANA com os tais PRÉ, pra variar, prevalece quase sempre as mesmas PERGUNTAS com as mesmas RESPOSTAS dos DITOS CUJOS, assim, o SENSO COMUM continua mais atual do que nunca para todos de um jeito ou de outro…

O que se pode esperar daqui pra frente destes PRÉ-CANDIDATOS está em cima de uma MESA PROVINCIANA, talvez, ou melhor, com certeza, ainda, tudo pode ocorrer neste MEIO DO CAMINHO, se possível, com MUITAS PEDRAS ou ABRAÇOS, neste caso, pode ser aquele do tal AMIGO DA ONÇA…

O TEMPO, como afirmou o POETA, pode determinar qual será o MELHOR CAMINHO (sic), haja vista que não se pode deixar de lado as ETERNAS TROCAS NADA SIMBÓLICAS…

Também, não se pode esquecer que são todos do mesmo lado, ou seja, da denominada e idolatrada EXTREMA DIREITA travestida de MENTES MEDÍOCRES em nome deste ou daquele GRUPO PROVINCIANO…

Nestes OCASOS, reforço que VOCÊS continuam sendo os/as PATRIOTÁRIOS/AS de sempre, talvez, esperando uma oportunidade para retornarem aos DESFILES com a turma da DIREITA VOLVER…

Pra reforçar, PERDERAM MANÉS!

QUEM SOBREVIVER VAI SABER…

____________________________

e-mail: [email protected]

 

    

Continue lendo

Geral

Colisão entre caminhão e caminhonete deixa 2 pessoas feridas em Piracicaba

Published

on

Um acidente entre uma caminhonete e um caminhão que estava vazio na estrada da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), conhecida como Estrada da Ceasa, em Piracicaba (SP), na tarde desta segunda-feira (20) deixou duas pessoas levemente feridas.

Com o impacto da colisão, uma das rodas da caminhonete saiu. Segundo a Polícia Militar Rodoviária, as duas vítimas eram um passageiro do caminhão e um ocupante da caminhonete, que foram encaminhadas pelo Corpo de Bombeiros para hospitais de Piracicaba.

Não houve reflexos no trânsito. O caminhão vinha de Laranjal Paulista (SP) e seguia para Sumaré (SP). A perícia foi acionada para apurar as causas do acidente.

Continue lendo

Geral

Carreta com carga de aerossol pega fogo e bloqueia Ayrton Senna

Published

on

Uma carreta que carregava carga de aerossol sofreu um acidente, na rodovia Ayrton Senna, em Guarulhos. O caso ocorreu na noite de segunda-feira (20) e o veículo ainda estava no local na manhã desta terça-feira (21), após ser totalmente consumido pelo fogo.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp.

O motorista do veículo conseguiu escapar a tempo, ao perceber as chamas e as explosões iniciais da carga. O condutor deixou a carreta no canto, desceu pela pista e conseguiu correr. Parte da rodovia foi bloqueada, no sentido interior do estado.

As chamas se espalharam rapidamente, com várias explosões, já que a carga é totalmente inflamável e o aerossol é comprimido, causando as explosões. Equipes do Corpo de Bombeiros tiveram trabalho para conter as chamas. A polícia investiga as causas do acidente. Segundo informações preliminares, um pneu da carreta estourou, o motorista perdeu o controle e bateu na mureta de proteção.

Segundo a Artesp, equipe da conservação finalizou a limpeza na rodovia às 7h30min, e a faixa 3 foi liberada. Guinchos pesados retornaram ao local do acidente para tentativa de retirada da carreta com apoio da retroescavadeira.

* Com informações de SBT

 

Continue lendo

Mais Lidas

error: O conteúdo está protegido !!