Connect with us

Polícia

Paulo Cupertino é preso; ele era o nº 1 na lista de criminosos mais perigosos de SP

Publicado

em

Quase 3 anos depois da morte do ator Rafael Miguel e dos pais dele, o réu Paulo Cupertino Matias foi preso nesta segunda-feira (15), em São Paulo. O crime ocorreu em 9 de junho de 2019.

Policiais da 6ª. Seccional fizeram a prisão e encaminharam o preso para o 98º Distrito Policial, no Jardim Miriam, Zona Sul de São Paulo. Cupertino vai ser levado ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito e depois vai para a Divisão de Capturas, no prédio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Centro da capital paulista. Depois, ele ficará à disposição da Justiça.

Segundo o delegado da 6ª seccional, a equipe de policiais recebeu uma informação de que Cupertino estaria na capital paulista, foram checar e encontraram o procurado.


Incluído na Difusão Vermelha da Interpol, Cupertino era o primeiro nome da lista dos criminosos mais perigosos e procurados de São Paulo.

De acordo com o Ministério Público (MP), o empresário assassinou a família porque não aceitava o namoro de Isabela Tibcherani, a sua filha de 18 anos à época, com o artista. Vídeos gravados por câmeras de segurança mostram o momento em que ele atira 13 vezes em Rafael, que tinha 22 anos, e nos pais do ator: João Alcisio Miguel, de 52, e a mãe Miriam Selma Miguel, 50.

Cupertino é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. Ele, que atualmente tem 50 anos, nunca constituiu um advogado para defendê-lo. Além do empresário, dois amigos dele são réus no mesmo caso por terem ajudado o assassino a fugir.

O assassinato foi cometido na frente da casa onde Isabela morava com a mãe, no bairro da Pedreira, Zona Sul da capital paulista. As duas não foram baleadas por Cupertino e sobreviveram. O empresário fugiu.

Listas de procurados

O nome, dados e fotos de Cupertino não apareciam publicamente na lista de criminosos mais procurados pela Interpol, também conhecida como Organização Internacional de Polícia Criminal. Ela tem a função de buscar mecanismos de cooperação entre as polícias no mundo para prender acusados de crimes que possam ter fugido para outros países.

Apesar disso, segundo fontes, o empresário estava incluído na Difusão Vermelha do órgão. Em outras palavras, havia um mandado de prisão contra ele para ser cumprido em qualquer outro país.

Já no site da Polícia Civil paulista, Cupertino aparecia como o primeiro nome da página onde estão os 17 criminosos mais procurados pelas forças de segurança do estado. Não havia pagamento em dinheiro como recompensa para quem tivesse informações sobre o paradeiro de Cupertino.

Até junho de 2021, esses dois canais de denúncias da polícia de São Paulo receberam quase 90 endereços de possíveis esconderijos do empresário.

Polícia

Com o apoio da DIG e DISE de Adamantina, casal é preso com grande quantidade de drogas em Lucélia

Published

on

Na manhã desta terça (05), a Polícia Civil, por meio das Delegacias Especializadas DIG/DISE de Adamantina e Delegacia de Lucélia, após amplo trabalho de investigação, identificou um casal morador de Lucélia/SP que poderiam estar armazenando e vendendo grande quantidade de drogas.

Diante de tais evidências, a autoridade policial representou ao Poder Judiciário pela busca domiciliar, ordem esta deferida.


No imóvel, foram encontradas inúmeras porções de “crack”, em um total de 344, já individualizadas e embaladas para a revenda, mais metade de um “tijolo de crack”, a importância de R$588,00 reais em notas diversas e material utilizado para o acondicionamento/pesagem das porções.

O casal foi levado à sede da DIG/DISE de Adamantina/SP, onde foram autuados em flagrante delito pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, cujas as penas são de 05 a 15 anos de reclusão e 03 a 10 anos de reclusão respectivamente. O autor foi levado a cadeia pública local, enquanto a mulher encaminhada a cadeia pública de Tupi Paulista/SP, onde estão à disposição do Poder Judiciário.

Continue lendo

Polícia

Motociclista morre após bater em cavalo solto na rodovia

Published

on


Um rapaz de 29 anos morreu vítima de acidente de trânsito na Rodovia Homero Severo Lins (SP-284), em Martinópolis (SP), na noite desta quinta-feira (30). Ele conduzia uma motocicleta e atingiu um cavalo que estava na pista. Outro motociclista também atropelou um animal e sofreu ferimentos de natureza grave.

A Polícia Rodoviária informou que atendeu a ocorrência do tipo atropelamento de animal seguido de tombamento, que envolveu duas motocicletas e resultou em uma vítima grave e uma vítima fatal.

Um dos condutores, um homem de 58 anos, morador de Rancharia (SP), transitava com sua motocicleta, no sentido Martinópolis a Rancharia, quando no km 548,500 atropelou um cavalo que estava sobre a faixa de rolamento.

Na sequência, no sentido contrário, transitava a outra motocicleta, conduzida por um rapaz de 29 anos, morador de Martinópolis, que também atropelou um animal equino.

Ambos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros em estado considerado grave para Santa Casa de Martinópolis, porém, o rapaz de 29 anos não resistiu e morreu. O outro motociclista permanece em estado grave.

O trânsito sofreu pontuais interdições durante todo o atendimento da ocorrência, administrado por sinalização, até o encerramento dos trabalhos de perícia.

A Polícia Rodoviária foi informada de que um equino havia morrido e o outro não. Segundo a corporação, os animais ficaram sob responsabilidade da Concessionaria Eixo-SP.

Continue lendo

Polícia

Fiscalização policial encontra quase 98 kg de cocaína em fundo falso em ônibus

Published

on


Quase 98 kg de cocaína foram apreendidos durante uma fiscalização policial conjunta na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Prudente (SP). A droga estava em um fundo falso encontrado em um ônibus, que foi abordado na noite desta quarta-feira (29).

Durante a Operação Sufoco – Rodovias Paulistas, policiais abordaram um ônibus de turismo, com placas de Dourados (MS), que fazia o itinerário Ponta Porã (MS) a São Paulo (SP), e que transportava três passageiros.

O veículo foi submetido a uma vistoria veicular minuciosa com o apoio do Canil, ocasião em que foi localizado um compartimento oculto, ou fundo falso, na parte frontal das primeiras poltronas.

Continue lendo

Mais Lidas

error: O conteúdo está protegido !!