Connect with us

Cidades

Missa de posse do padre Vicentin, novo pároco da Santo Antônio acontece hoje

Publicado

em

Será celebrada neste sábado (15) a missa de posse do novo pároco da Paróquia Santo Antonio de Pádua de Adamantina, padre José Carlos Vicentin, de 58 anos que foi designado pela Diocese de Marília por meio da Circular Nº 09/2021, no dia 1º de novembro de 2021.

Com início marcado às 19h, a solenidade religiosa na Matriz contará com a presença de sacerdotes e fiéis da região. 

A data da posse foi escolhida pelo padre Vicentin, segundo apurado pela reportagem do Folha Regional, por ser o mesmo dia do seu Batismo na Paróquia Santo Antônio de Adamantina.

O sacerdote foi ordenado padre há 33 anos, no 27 de fevereiro de 1988.

O novo pároco ocupará o posto deixado pelo padre Carlos Roberto dos Santos, que no próximo dia 1º de fevereiro assumirá o comando da Fraternidade Sacerdotal Jesus+Caritas, localizada na cidade de Goiás (GO).

Na noite desta sexta-feira (14) foi celebrada a Missa de Despedida do padre Carlos na Matriz. Antes de chegar a Santo Antônio, Vicentin estava como administrador paroquial de Nossa Senhora de Fátima (Jóquei) em Marília e como presidente da Cáritas Diocesana.

Na região de Adamantina, já atuou nas paróquias de Lucélia e de Flórida Paulista.

 

 

Cidades

Vereador pede informações sobre quantidade de enfermeiros e médicos em atuação na Santa Casa

Published

on

Durante a realização de sessão ordinária da Câmara Municipal o vereador Antônio Leôncio ‘Bigode da Capoeira’ (PODE) apresentou o Requerimento nº 116/22 que traz pedido de informações sobre profissionais da Santa Casa de Adamantina.

No documento o autor solicita a quantidade de enfermeiros e médicos em atuação atualmente no quadro de funcionários do hospital.

O legislador também pediu informações a respeito de quantos profissionais foram demitidos e contratados recentemente para melhorar o atendimento à população.

Após apresentar suas justificativas no plenário da Câmara, o Requerimento foi aprovado por unanimidade pelos vereadores adamantinenses. E, posteriormente, foi encaminhado pela Presidência do Poder Legislativo à Santa Casa para resposta.

 

 

Continue lendo

Cidades

1º The Voice UniFAI evidencia talentos e envolve comunidade

Published

on

Promovido pela Pró-reitoria de Extensão (ProExt) do Centro Universitário de Adamantina (UniFAI), o I The Voice UniFAI evidenciou talentos e envolveu a comunidade, de forma presencial no auditório Miguel Reale (Câmpus II) com 450 pessoas, e por meio do canal UniFAI Adamantina no Youtube, que registrou mais de 3,1 mil visualizações na noite de Semifinal, dia 12, e 1.729 visualizações somando os dois links de transmissão da Final, na tarde do dia 13.

Foram dois dias de grandes apresentações elogiadas pelo público. A Semifinal contou com 30 candidatos selecionados pela comissão julgadora e a Final com cinco.
A vencedora Juliana Nardon, graduada em Educação Física pela UniFAI, conquistou os jurados ao interpretar a música “Abandonada” de Fafá de Belém e levou o prêmio de R$5 mil.

“Foi uma experiência maravilhosa. Desde já quero agradecer a todos os envolvidos, toda a equipe, todos os jurados. Eu desacreditei, quando mandaram mensagem para me inscrever. Fiz a inscrição, me dediquei, me preparei. Nos sonhos, me enxergava campeã. Falei para todo mundo que seria campeã e o pessoal não acreditava. Deus me mostrou isso, o universo me mostrou isso. E eu estou aqui. Sou a comprovação, só agradecer a Deus e honrar o nome Dele. Toda a glória é para Ele”, afirma.

Natural de Pacaembu, Juliana, que faz shows pela região, aprovou a iniciativa do centro universitário: “Achei a iniciativa maravilhosa. Está tudo muito lindo. Quero que continuem. Nós, músicos da região, precisamos de apoio. Precisamos de vocês que acreditam em nosso talento, nos contrate. Vivemos da música, é difícil, mas não é impossível. Isso faz com que nos estimulem a seguir em frente”.

A vencedora do concurso musical conta sobre suas inspirações. “No primeiro momento foi Deus. Depois, duas cantoras que eu amo, Marília Mendonça, nossa rainha do sertanejo. Sou do sertanejo, defendo ‘com unhas e dentes’, e Fafá de Belém, não sabia que ela estaria em Adamantina na Virada Cultural. Então, está tudo muito interligado para isso dar certo”, aponta.

Juliana finaliza com uma mensagem de encorajamento aos colegas da música. “Temos muitas oportunidades na região, a gente tem que lutar, batalhar, correr atrás. Eu peço para que todos que gostem de música acreditem que é real. Aconteceu comigo, pode acontecer com você”, diz.

Do 1º lugar ao palco com Fafá de Belém

Além da primeira colocação no I The Voice UniFAI, Juliana Nardon foi convidada a subir ao palco pela Fafá de Belém para interpretar junto dela a música escolhida por Juliana na Final do concurso musical, no encerramento da Virada SP neste domingo, 14.

“Estou explodindo de felicidade! Esse momento foi único! Poder cantar com essa rainha da música brasileira. Que momento! Obrigada, Fafá de Belém”, escreveu Juliana no post em suas redes sociais.

Durante o dia, acompanhada pelo representante da ProExt, Prof. Me. João Paulo Gelamos, Juliana esteve no camarim de Fafá.

Envolvimento da comunidade e avaliação do evento 

A pró-reitora de Extensão, Prof.ª Dra. Liliana Martos Nicoletti Tóffoli, ressaltou a aprendizagem e humanização proporcionados pelo concurso musical de talentos da UniFAI.

“O que fica desse momento é aprendizagem e humanização. Aprendizagem fora da sala de aula, de comportamentos de vida, humanização e companheirismo. O que vivemos nesses dois dias foram momentos de superação, de amor, amizade, aproximação, tudo o que estava faltando para nós diante da pandemia. Tenho muito respeito pelos artistas que participaram. Para mim todos são vencedores. Nos bastidores, um estava torcendo para que o outro não desafinasse e tudo desse certo”, afirma.

Liliana agradeceu o envolvimento da comunidade interna e externa e os que trabalharam para o sucesso do I The Voice UniFAI.

“Não esperava a proporção que ganhou nosso evento, o aumento da visibilidade da UniFAI, porque os alunos não foram dispensados da sala de aula na Semifinal do concurso. Tínhamos em torno de 450 pessoas no auditório. São pessoas da comunidade, que viram a publicidade do concurso musical e quiseram prestigiar, além de todas as visualizações por meio das redes sociais e que perfaz um evento que pode tomar uma proporção anual. O balanço é muito positivo. Só tenho a agradecer às pessoas envolvidas, à nossa reitoria, professores, alunos, servidores, o pessoal que me ajudou em toda essa organização, a Cíntia Férsi, os jurados, e todos os que estiveram comigo. O saldo é muito positivo e eu agradeço a UniFAI por ter nos proporcionado e comprado essa ideia”, finaliza.

Também compõem a ProExt, o coordenador da área de Ciências Biológicas e Saúde, Prof. Me. Valter Dias da Silva, o coordenador de Extensão de Exatas e Humanas, Prof. Me. João Paulo Gelamos, e a secretária Angela Ferraresso.

A cantora, fonoaudióloga e preparada vocal, Cintia Férsi, foi a apresentadora do evento.

Comissão Julgadora 

A comissão julgadora foi formada por Thaís Fonseca, Mayra Ferrari e a dupla Léo e Gui.

Thaís Fonseca é musicista e comunicadora há 34 anos. Foi caloura de programas de TV, como Sérgio Malandro, Raul Gil, Máquina da Fama e Silvio Santos. Hoje apresenta o ‘Café com Thaís’ no webjornalismo Tupãcity.

Mayra Ferrari é atriz, apresentadora e comunicadora. Atualmente é apresentadora do programa “Agora é Que São Elas” na Rádio Life FM.

A dupla sertaneja Léo e Gui é composta pelo cantor e compositor Léo Souza, natural de Parapuã (SP) que hoje reside em Goiânia (GO).  Guilherme Dias também se destaca no cenário musical. Léo se apresentou no The Voice Kids da Rede Globo, atuou como cantor solo, se tornou compositor com músicas gravadas por grandes nomes da música sertaneja e atualmente segue carreira com Guilherme.

Aberto ao público externo, o concurso musical de talentos I The Voice UniFAI ofereceu a premiação de R$5 mil para a primeira colocação e prêmios simbólicos aos segundo e terceiro colocados, respectivamente, José Eduardo de Almeida Canatto e Leonardo Henrique Ribeiro Pereira.

Thairine Lais Leite Sanches e Vitória Carolina da Silva Rocha também foram selecionadas para a final.

 

 

 

 

Continue lendo

Cidades

Mãe relata superlotação no transporte escolar: “Vão esperar acontecer uma tragédia pra fazer alguma coisa?”

Published

on

“Sei que não é a primeira vez que tem reclamação de ônibus lotado. Mas hoje vi uma coisa e, como mãe, fiquei horrorizada com a situação: Crianças pequenas em pé na porta do ônibus”. Esta é a fala de uma mãe), moradora do Parque Itamaraty, que procurou o Adamantina Net na manhã desta terça-feira (16) para denunciar superlotação no transporte escolar.

O serviço no município é prestado por empresa terceirizada pela Prefeitura, que tem responsabilidades contratuais.

De acordo com o relato feito por A.L. à reportagem, às 6h40 de hoje, estava com seu filho de 8 anos no ponto aguardando o transporte escolar para a Emef Teruyo Kikuta e quando o ônibus chegou já não tinha condições de entrar mais alunos no veículo.

“A porta quase sem fechar. Crianças espremidas umas nas outras entre os bancos. Enquanto alunos maiores estavam sentados. Tão cheio, o ônibus não tem nem força pra subir a subida”, contou. E pediu em tom de alerta: “Pelo amor de Deus coloque 2 ônibus. Ou vão esperar acontecer uma tragédia pra fazerem alguma coisa?”

Ainda segundo a mãe, o veículo escolar tal situação alarmante acontece todos os dias. E hoje, no caso, não tinha como entrar passageiro/aluno nem pela porta da frente e nem pela porta de trás.

“Faz dias que vejo isso, mas, hoje, quando vi que meu filho poderia cair da forma que ele teve que ir no ônibus, me desesperei”, declarou.

A Prefeitura de Adamantina contratou a atual prestadora de serviço por meio de processo licitatório, na modalidade Concorrência Pública n.º 02/2020, em novembro de 2020, para assumir o transporte coletivo urbano e também o transporte escolar.

 

 

Continue lendo

Mais Lidas

error: O conteúdo está protegido !!