Connect with us

Cidades

Secretaria de Assistência Social de Adamantina inicia capacitação continuada da rede de proteção à mulher vítima de violência

Publicado

em

A Secretaria de Assistência de Adamantina, por intermédio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), deu início às capacitações da rede de proteção à mulher vítima de violência.

De forma online, o encontro contou com a participação de representantes da UNIFAI, OAB, Delegacia da Mulher, Polícia Militar, Poder Judiciário e Ministério Público.

A profissional Neli Faria Henriques Caccozzi, que é assistente social, terapeuta de família e casal, especialista em violência contra crianças e adolescentes, mestre em educação e doutoranda em Psicologia Social, explanou sobre a construção do fluxograma e o protocolo de atendimento à mulher vítima de violência doméstica que foi lançado pela pasta no final de 2020.

Na sequência, Marlon Roberth de Sales, promotor de justiça da Comarca de Adamantina, relatou sobre formas de violência, leis e medidas protetivas.

A palestrante Leila Maria Ramos, que é assistente social e pedagoga, especialista em Violência Sexual Doméstica, mestre em educação e interdisciplinidade, professora em pedagogia e serviço social no ensino superior, tratou sobre o tema “Violência contra a Mulher”.

Conforme explica a diretora do CREAS, Larissa Escalliante Tenório, o ciclo da violência não é igual para todas as mulheres que vivenciam essa situação e ele pode ser rompido a qualquer momento.

 “Porém, a mulher que está envolvida nessa condição precisa ter força emocional para romper com essa situação. Isso só será possível quando ela contar com uma rede de apoio que é composta pela saúde, assistência social, segurança pública e judiciário”, afirma.

Além disso, a diretora comenta que é fundamental abranger por meio da capacitação o maior número de atores sociais possíveis, pois o objetivo é fazer com que os profissionais estejam prontos a atender essas demandas, caso elas aconteçam.

Serão realizadas ainda em 2021 mais cinco capacitações de acordo com o cronograma elaborado pela Secretaria Municipal de Assistência Social com a rede de educação municipal e estadual, a rede socioassistencial, conselho tutelar e a secretaria de saúde.

Tipos de violência

A mulher pode ser submetida a violência psicológica, violência física, violência patrimonial e violência moral.

Onde denunciar?

Qualquer pessoa pode denunciar e não é preciso se identificar. As denúncias podem ser feitas na Polícia Militar, na Delegacia de Defesa da Mulher, no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), pelos telefones (18) 3521-3444 ou pelo telefone (18) 3521-5078 ou ainda pelo 180 que é uma central de atendimento à mulher. 

 

https://i1.wp.com/adamantinanet.com.br/anuncios/www/images/271948ff09be72cf1e48f9bbae9dcb8c.jpg?resize=740%2C139&ssl=1

Publicidade

Mais Lidas