Connect with us

Cidades

Adamantina abre iniciativa da DRADS focada em melhorar os serviços na área da assistência social

Publicado

em

Com o objetivo de possibilitar a troca de experiências, a aquisição de conhecimento dos municípios, o empoderamento bem como a melhoria e/ou implementação dos trabalhos já realizados pelas secretarias de assistência social dos municípios que integram a Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento (DRADS) da Alta Paulista, o órgão está realizando encontros temáticos com assuntos que foram escolhidos pelos gestores de cada um dos municípios.

O primeiro encontro temático da região tratou sobre a “Articulação e Trabalho em Rede” e contou com a participação da secretaria de assistência social de Adamantina, Andreia Regina Ribeiro.

Em sua apresentação, a gestora da pasta explicou que o trabalho em rede teve início em 2018 com as reuniões da rede de proteção à criança e ao adolescente. 

“Começamos a fazer um planejamento priorizando todas nossas ações através das organizações dos serviços, programas e projetos das unidades vinculadas a secretaria”, relembra.

Ainda conforme Andreia, para que tudo acontecesse foi necessário organizar os fluxos internos e externos de cada serviço, conforme o segmento apresentado.

Foi criado o fluxograma de atendimento da rede de proteção social de média e alta complexidade para crianças e adolescentes, o fluxograma do serviço de fortalecimento de vínculos, vinculado ao CRAS, fluxograma de atendimento da básica, média e alta complexidade dos adultos, idosos e seus familiares.

“O trabalho articulado em rede não é fácil, pois envolve tanto a rede direta que são as Unidades Governamentais como a Rede Indireta que são as Entidades e os conselhos de políticas públicas, porém a partir do momento que ele começa a ser executado, todos os envolvidos e aqueles que necessitam passam a ser beneficiados”, assegura.

A secretária afirma que é fundamental exercitar a interdependência e reciprocidade.  “Somente assim construímos nossas ações de forma integrada através de protocolos criados e formalizados”, finaliza.

 

Publicidade

Mais Lidas