Connect with us

Geral

Província, datas comemorativas e “100 dias” (sic)…

Publicado

em

Houve uma guerra que durou 100 anos. É dose. Os soldados morreram todos de arteriosclerose.” (Jô Soares)

Fonte:  http://kdfrases.com/frase/162540

Sérgio Barbosa (*) 

No dia 19, comemoração pelo “Dia do Índio” (sic), porém, pouco se tem pra comemorar neste “País do faz de conta” com relação aos “donos destas terras” e tudo mais…

Ainda, no dia 21, outra festividade um tanto quanto suspeita para o outro lado da História em meio as muitas estórias deste país com reflexos em terras provincianas e ponto quase final…

Também, nesta da data de hoje, a tal “descoberta”, neste caso em especial, “invasão portuguesa” com a cruz na frente e a espada atrás pra fazer o que a “Missão evangelizadora” em nome do cristianismo não conseguir dar conta e tudo de menos…

E não se pode esquecer que os eleitos como novos gestores municipais para os próximos quatro longos anos, entre os quais, o “Comandante Mor provinciano”, bem como, em tempo de crise em todas as áreas, exaltaram pelos quatro cantos do PAÍS DO FAZ DE CONTA, os denominados “100 dias” de um NOVO MANDATO (sic)…

Entendo que deste lado, ou seja, em terras provincianas não se pode comemorar muita coisa desta mesma coisa, portanto, isto ou aquilo é apenas o início de alguma coisa em meio aos desencontros das muitas promessas de Campanha e vamos que vamos ou ficamos em tempo de PANDEMIA…

Não se pode esperar que os tais “milagres” ou as muitas “promessas” da PRIMEIRA, ainda, desta SEGUNDA Campanha Eleitoral possam ocorrer nos próximos quatro anos em sua totalidade, haja vista que o cenário provinciano continua o mesmo de sempre, bem como, mediado pelos DESENCONTROS PATROCINADOS pela PANDEMIA, portanto, tudo indica que vai continuar desse jeito sem jeito…

Mas, como afirma o dito popular, a saber: “promessa é dívida” assumida, assim, espera-se que as metas propagadas por meio de material impresso e mídias radiofônica e digital para os/as eleitores/as possa fazer a diferença nos próximos anos para provincianos e provincianas…

Neste jogo mais do que complicado para o poder institucionalizado em parceria com o poder institucional, tudo pode ocorrer daqui pra frente para o desenvolvimento em nível glocal, ou seja, do global para o local na Província…

Por isso, torna-se necessária estar em conexão com as propostas mediadas pela denominada “Gestão das Organizações” em tempo de pós-globalização, talvez, de “metaglobalização” para muitas análises de conjuntura pautadas nas promessas de Campanha…

Todavia, “Campanha Eleitoral” faz parte de um jogo mais do que complicado e quase tudo é permitido em nome da vitória final, entretanto, depois das festas e carretas dos vitoriosos em nome disto ou daquilo, eis que muitas das promessas estão comprometidas em função da situação econômica em níveis federal, estadual e municipal…

A História da Civilização pode contribuir com muitos desencontros do presente com o olhar no passado e projetando o futuro por meio de um Planejamento Estratégico com apoio amplo geral e irrestrito do Gestor Municipal em parceria com sua equipe…

Neste caso em meio aos ocasos que existe na Província por causa dos desencontros políticos entre os lados de um mesmo lado, espera-se que esses denominados “100 dias” não sejam transformados em “100 anos”, tal qual aquela Guerra que a História registra…

__________________________________

(*) jornalista diplomado e professor universitário.

 

 

Mais Lidas

error: O conteúdo está protegido !!