Connect with us

Geral

Comitê vê colapso em SP e propõe ampliar fase emergencial por mais 15 dias

Publicado

em

O Centro de Contingência ao Coronavírus em São Paulo enviou hoje a proposta ao governador João Doria (PSDB) de estender a fase emergencial, a mais restritiva do Plano São Paulo, por mais 15 dias. Para os membros do comitê, o sistema de saúde paulista colapsou na semana passada, e é fundamental que as medidas de restrição tenham duração mínima de um mês.

Doria anunciou as novas restrições com prazo inicial de acabar em 30 de março, sempre deixando claro que haveria possibilidade de extensão da medida. O governador recebeu o novo comunicado no início da tarde de hoje e deve acatar a recomendação.

Antes dessa piora sistemática da pandemia no estado, Doria, em conjunto com a equipe econômica do governo, relaxava as sugestões do comitê, temendo que as medidas aumentassem a impopularidade com os cidadãos e o comércio.

A realidade do colapso na saúde, no entanto, se impôs no mês de março, conforme relatam membros do centro à reportagem. Desde o começo do mês, o governador passou a acatar as sugestões do comitê quase que integralmente. O marco da mudança de postura do governador em relação ao comitê foi a adesão à fase emergencial do Plano São Paulo.

Na última coletiva de imprensa, ontem, o governo anunciou tímidas melhoras nos indicadores de novas internações do estado. Mesmo sendo divulgado oficialmente, não houve comemorações na pasta da Saúde, que segue assistindo a média móvel de mortes e novos casos crescerem a cada dia.

Durante a reunião de hoje entre governo e comitê, foi ressaltado pelos médicos que os efeitos positivos das novas restrições nos dados só serão vistos no começo da semana que vem, assim como foi o caso de Araraquara, que hoje colhe os louros do lockdown com uma baixa significativa no número de novos casos e mortes.

 

Mais Lidas

error: O conteúdo está protegido !!