Connect with us

Geral

Ford anuncia fim da produção de veículos no Brasil e fechamento de fábricas

Publicado

em

A Ford acaba de anunciar o encerramento da produção de veículos no Brasil, com o fechamento das fábricas que a montadora mantém em Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE), onde é fabricado o utilitário 4×4 T4, da Troller.

De acordo com a companhia, as três linhas de produção terão as atividades encerradas durante este ano, “à medida em que a pandemia de Covid-19 amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”.

A Ford informa que a produção de peças vai continuar mais algum tempo, para garantir estoque de componentes de reposição, enquanto três dos quatro modelos que eram fabricados aqui – Ka, Ka Sedan e EcoSport – deixam imediatamente de ser produzidos na Bahia e seguirão à venda apenas enquanto durarem os estoques.

Já o T4 segue em linha no Ceará até o quarto trimestre de 2021.

Com isso, a operação brasileira da oval azul ficará restrita à importação de modelos, como hoje acontece com o SUV Territory, trazido da China.

Nova Ranger mantida

A montadora confirma que manterá a oferta da Ranger, fabricada na Argentina, e irá lançar aqui a nova geração da picape, também com produção no país vizinho. Também irá trazer para cá a nova geração do utilitário Transit, bem como outros lançamentos, como o Bronco e o Mustang Mach 1.

As operações na Argentina e no Uruguai serão mantidas, bem como permanecem em operação no Brasil o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas, em Tatuí (SP), e sua sede regional, em São Paulo.

A marca, que já foi uma das quatro maiores do País em volume de vendas, já tinha fechado a unidade de São Bernardo do Campo (SP) em meados de 2019, onde produzia sua linha de caminhões e o Fiesta, descontinuados.

Segundo a empresa, a decisão faz parte da reestruturação global, que inclui o mercado sul-americano.

“A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas são ações muito difíceis, mas necessárias, para a criação de um negócio saudável e sustentável. Estamos mudando para um modelo de negócios ágil e enxuto ao encerrar a produção no Brasil, atendendo nossos consumidores com alguns dos produtos mais empolgantes do nosso portfólio global”, afirma Jim Farley, presidente e CEO da Ford.

 

Publicidade

Mais Lidas