Presos que pintavam a Escola Fleurides em Adamantina fogem e são recapturados pela PM - Adamantina NET
Connect with us

Manchetes

Presos que pintavam a Escola Fleurides em Adamantina fogem e são recapturados pela PM

Publicado

em

Na última sexta-feira (24), por volta das 15h, dois presos do regime semiaberto do Centro de Progressão Penitenciária (CCP) de Pacaembu que prestavam serviços de pintura na Escola Estadual Fleurides Cavalini Menechino fugiram do local e foram capturados pela Polícia Miliar.

O caso foi descoberto com a participação de um policial militar de folga que passava pelo local e observou a conduta de dois reeducandos andando pelas imediações da Escola, e passou a observá-los, quando, com a ajuda de um terceiro embarcaram em um carro GM Astra e seguiram em direção a Lucélia.

O policial de folga acionou a central de operações pelo telefone 190 e passou a acompanhar o grupo, para orientar as equipes do policiamento, sendo possível realizar um cerco pela vicinal Adamantina/Lucélia. O veículo desobedeceu a ordem legal de parada e empreendeu fuga, o que foi acompanhado pelas viaturas policiais. 

Ao adentrar na Avenida Amizade Jóia, já em Lucélia, os fugitivos desceram do veículo e empreenderam fuga embrenhando-se em propriedades rurais. E mesmo diante das dificuldades geográficas, foram capturados cerca de 2 km do local em que abandonaram o veículo.

Simultaneamente, o condutor do GM/Astra foi detido por uma equipe da Força Tática, e apresentado na delegacia da Polícia Civil, onde foi liberado. Ele era um motorista de aplicativo e havia sido contratado para realizar a viagem.

Já os detentos foragidos da penitencias foram reconduzidos ao sistema prisional. Na ocasião, um quarto indivíduo (não localizado) foi citado sendo este a pessoa que havia pago a corrida ao condutor do veículo.

Foram requisitadas informações à Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), acerca das medidas de segurança aplicadas no trabalho dos reeducandos na comunidade, bem como as implicações que recaem aos dois foragidos, mas até a publicação deste conteúdo não obteve resposta. (Siga Mais)

Publicidade

Mais Lidas