Acácio deixa presidência do DEM, mas fica no partido e mantém pré-candidatura a prefeito - Adamantina NET
Connect with us

Cidades

Acácio deixa presidência do DEM, mas fica no partido e mantém pré-candidatura a prefeito

Publicado

em

 

 

Logo no início em que ocorrerão as Eleições Municipais, no mês de outubro, os bastidores políticos adamantinenses trazem uma notícia que envolve o partido mais forte do atual cenário eleitoral: Acácio Rocha deixou a presidência do Democratas. A informação foi confirmada por ele mesmo ao Folha Regional na tarde da última quinta-feira (16).

“Deixei a presidência local do DEM na segunda-feira (13), em comunicado recebido pelo secretário geral do partido na cidade (Osvaldo José). Assim, desde então, não estou na presidência do partido”, contou. “Faço isso com a consciência tranquila. Entrego o DEM com as questões legais em dia, junto à Justiça Eleitoral, e anexei ao meu pedido de desligamento do comando do partido uma publicação oficial atestando isso”, acrescentou.

Acácio também exerce atualmente o mandato de vereador na Câmara Municipal (2017/2020).

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/80653319_625742638231431_1755919077420826624_n.jpg?_nc_cat=107&_nc_eui2=AeGQY21aWlhppFs7ALyN6mPnEBkiTIHULwJ2_iYBEqD6vLa94W3CDsf7qN1f1JH9Bmnq23oYO9EGuctMLtaWyfVC-xs1FfPscu9ZhG_u1imEFw&_nc_ohc=Eh-42w0nxWoAX__RGG9&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=c5b09e593156b7695e36d7069c3b4473&oe=5EDB4F29
Nos últimos meses o clima interno no DEM foi tumultuado. Um dos episódios foi justamente a tentativa de mudança no comando do partido, como Acácio mesmo revelou ao FR.

“Em agosto do ano passado houve uma mobilização para me forçar a sair da presidência, o que não aceitei, sobretudo pela forma impositiva e autoritária que se deu. Agora, diante de todos os desdobramentos, a decisão de sair foi tomada por mim para que eu possa me movimentar com mais liberdade e conforto”, declarou.

Apesar de não ser mais presidente, o democrata afirma que por enquanto permanecerá no DEM. Apesar de considerar que “a saída pode vir a ocorrer, o que se daria apenas na janela para troca de partido, autorizada pelo TSE”, prevista para o período de 5 de março a 3 de abril deste ano. Porém, diante dessa situação, ainda não existe definição sobre futura legenda. “Tenho a grata felicidade e a honra de já reunir diversos convites, o que é extremamente motivador”.

Mesmo o anúncio de sua pré-candidatura a prefeito – revelado por Acácio publicamente em junho de 2019 – tendo sido o maior principal estopim para instalação do clima que quase levou a um racha no Democratas em Adamantina, já que causou certo desconforto ao prefeito Márcio Cardim e seus apoiadores – devido à cultura política de a prerrogativa de candidatura à reeleição ser dele –, Acácio crava que não recuou.

“Mantenho minha pré-candidatura a prefeito para a Eleição Municipal deste ano. Qualquer informação diferente disso é especulação. Desde o meu anuncio a aceitação tem sido bastante positiva e motivadora, em todos os segmentos da sociedade. Desde que projetamos essa possibilidade temos colhido importantes adesões, e que no momento mais adequado, sobretudo no ambiente de campanha, serão conhecidas”, cravou.

Com relação à escolha do vice, Acácio garante que também houve avanços. “A sinalização de uma pré-candidatura tem permitido aglutinar outras lideranças da política local e dos diversos segmentos da cidade, o que já possibilita aproximações bastante interessantes e positivas”. E, apesar de ainda não citar possíveis nomes, ressalta também que tem pela frente um calendário que permite ampliar o diálogo e nos dá tempo para a melhor decisão.

 

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/82028381_625742808231414_63723828475330560_n.jpg?_nc_cat=106&_nc_eui2=AeHKh9KKVs3tq63Td5430uuSO9Ae_TRUwHfcwJoLs_U3erkVvssSpGrm1HE-Wv-0oFTrIOFpTM5Fd1RJGzgl2KChIMDdRo9BYamfts50GT0IwQ&_nc_ohc=G6IgKUvM0JMAX-zFLH0&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=a6d7aba95e9d117f3680c7a20c84a22a&oe=5EA067E5

Continue lendo
Publicidade

Mais Lidas