Connect with us

Cidades

Às vésperas do Natal, temporal volta a fazer estragos em Adamantina

Publicado

em

Mesmo com obras de canalização do Parque dos Pioneiros concluídas, alagamentos se mantém

 

Uma tromba d´água na tarde desta segunda-feira (23) voltou a trazer transtornos e prejuízos para os moradores de Adamantina. A forte chuva estava prevista, conforme alerta divulgado no último sábado (21).

As chuvas provocaram alagamentos nos pontos críticos já conhecidos na cidade. Nessas regiões, cada temporal, os moradores ficam apreensivos e temem por estragos.

Há registros de danos públicos (sobretudo com estragos no pavimento asfáltico e estradas rurais), como ocorreu no cruzamento da Alameda dos Expedicionários com a Rua Euclides da Cunha, local de repetidos alagamentos. Nesse ponto, placas do pavimento asfáltico foram novamente arrancadas pelas águas.

As águas também alagaram a região baixa da Avenida Dr. Adhemar de Barros, Alameda Maria Cândida Romanini e Avenida da Saudade (proximidades do Ganha Tempo Municipal). Locais como a Avenida Deputado Cunha Bueno (entre a Rua Nove de Julho e a Rua Joaquim Nabuco), Alameda Santa Cruz (entre a Rua Joaquim Nabuco a Rua Euclides da Cunha), Avenida Capitão José Antônio de Oliveira x Rua General Isidoro (região do Ave Cristo e antigo IEA) e a esquina da Avenida Dr. Adhemar de Barros x Alameda Fernão Dias também foram atingidos por fortes enxurradas.

A Prefeitura de Adamantina, através da Secretaria Municipal de Obras, mobilizou pessoal, em caráter emergencial, para atuação em pontos mais críticos.

O problema também se repete em áreas onde as chuvas causam inundações em imóveis, e trazem prejuízos diretos aos moradores. 

Obras do Parque dos Pioneiros não resolvem alagamentos

Após declarações do prefeito Márcio Cardim, inclusive publicações em redes sociais, dando como praticamente concluída a implantação de aduelas para canalização do Parque dos Pioneiros, as fortes chuvas continuam a alagar pontos críticos da cidade.

A expectativa e a projeção do poder público era de que a canalização do Parque – com mais estrutura de escoamento – poderia pôr fim às cheias na área central da cidade. As chuvas desta segunda-feira mostraram que o problema continua.

 

Siga Mais

 

https://i2.wp.com/media.giphy.com/media/lNG009oftih5blfysj/giphy.gif?resize=424%2C318&ssl=1https://media.giphy.com/media/lNG009oftih5blfysj/giphy.gif

Publicidade

Mais Lidas