Connect with us

Cidades

Casas invadidas no Mário Covas são desocupadas após decisão judicial

Publicado

em

 

 

A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) conseguiu junto à Justiça a reintegração de posse de 10 casas populares do Conjunto Habitacional “Mário Covas”, que em razão de problemas estruturais encontram-se interditadas desde a inauguração do bairro e mesmo assim foram invadidas várias vezes por famílias.

Com a decisão, tendo em vista que a ocupação gerava risco aos moradores, as famílias precisaram desocupar os imóveis e a Prefeitura de Adamantina deverá buscar uma solução definitiva para as moradias, conforme publicado pelo site ginoticias.

O chefe do executivo pleiteia agora que a CDHU faça os reparos e as reformas necessárias nessas casas para que possam ser reabitadas.

“Estive com o gerente regional da CDHU em Presidente Prudente, Milton Carlos de Mello, que informou sobre o envio de relatório para São Paulo. Nesta semana realizei nova cobrança no sentido de agilizar o processo, já que essas moradias têm finalidade social. Fechadas, trazem risco até para os vizinhos”, disse Cardim ao ginoticias.

 

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/75204451_401507193852908_5123880689749458944_o.jpg?_nc_cat=100&_nc_ohc=btO86BHlY9UAQnXCpvRZWllC0LmFsCH4I68KG7MUx7hon3-CqqS6EzT7A&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=3c40287a0f249c081db856de2b96b0ba&oe=5E7E4125

Publicidade

Mais Lidas