Connect with us

Cidades

Usuários contestam tópicos do Projeto de Lei sobre o transporte coletivo em Adamantina

Publicado

em

 

 

Esteve na pauta de votações da sessão extraordinária realizada pela Câmara Municipal na manhã desta sexta-feira (13) o Projeto de Lei nº 092/19, de autoria da Prefeitura e que autoriza o Poder Executivo a instituir subsídio tarifário mensal para a operacionalização dos serviços de transporte coletivo urbano no município.

Mas antes mesmo de ir ao plenário a proposta gerou contestação dos usuários nas redes sociais. André Henrique Marques publicou sua insatisfação com relação ao trecho do PL que estabelecia que no próximo processo licitatório a ser aberto para o segundo semestre de 2020, as empresas poderão colocar para o transporte de passageiros veículos com idade média de 15 anos de uso.

“Com tanta preocupação com meio ambiente e além de se preocupar com a segurança da população será um retrocesso a próxima empresa de transporte público utilizar veículos com até 15 anos de uso. Minha sugestão que dou, seria as empresas utilizarem veículos menores ‘micro ônibus’ e não colocar para rodar veículos com tanto tempo de uso”, manifestou o cidadão.

O Projeto de Lei já havia sido aprovado pelos vereadores em Primeira Discussão. O vereador Alcio Ikeda respondeu a postagem e comentou que o PL, que iria para a Segunda Discussão e Redação Final, que também considerava a idade do veículo sugerida era alta demais, até porque se era a média possibilitaria que a empresa utilizasse ônibus com mais de 20, 25 e até 30 anos transportando a população.

A licitação seria aberta devido ao vencimento do prazo do contrato firmado pela Prefeitura com a atual concessionária do serviço de transporte urbano vencer em junho de 2020.

 

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/67603473_522091828596513_7311051798364553216_o.jpg?_nc_cat=105&_nc_ohc=pdVDRrhCVoUAQltoHD60jjyum6yjC029n7Q_MsWPHYTh3hNtL_n3-EsiA&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=98cfdb517b3fe7d8b159de92c317bc39&oe=5E81DEBA
 

Publicidade

Mais Lidas