ARTIGO: Eleições, Promessas e outros desencontros na Província…

 

“A vaidade é o calcanhar de Aquiles do gênero humano. Todos a possuem, e os que dizem não a ter são os mais vaidosos.” (Chateuabriand)

Sérgio Barbosa (*)

O que se pode escrever sobre a “largada” deste ou daquele nome como possível PRÉ-CANDIDATO ao EXECUTIVO da PROVÍNCIA no próximo ano, porém, tudo pode acontecer em terras provincianas com nomes e partidos…

Mesmo assim, devem-se pautar novas ações mercadológicas de acordo com a proposta do marketing eleitoral, tendo em vista que o mercado continua se transformando de acordo com as novas exigências na área organizacional…

Portanto, neste contexto plural para as organizações, pode-se afirmar que não existe mais lugar para os amadores de plantão, também, que em meio aos desencontros patrocinados pela denominada “teoria dos jogos” continua mais presente do que nunca em todas as áreas do mercado…

Assim, torna-se fundamental que a coordenação de Campanha em tempo de eleições tenha uma visão ampla, geral e irrestrita de todos os aspectos que envolvem o processo eleitoral em tempo de pós-globalização organizacional…

Existem detalhes que extrapolam diversas questões neste processo eleitoral, se nem que em terras provincianas, tais procedimentos estão mais de acordo com as “trocas nada simbólicas”, neste caso, seguindo a risca o famoso “jogo de interesses” entre dois ou mais lados…

Além destas opções, isso é, deste “jogo” que se parece mais com aquele outro jogo, ou seja, “de cartas marcadas”, considerando que o momento pode ser ou não propícias para “lançar” este ou aquele nome, porém, o tempo corre contra o tempo sem o tempo deste tempo…

Neste contexto que continua além das previsões sobre quem vai ocupar como Gestor Municipal o executivo provinciano, além das nove cadeiras disponíveis no Legislativo no próximo mandato, “todo cuidado é pouco” para ambos os lados em disputa eleitoral, entretanto, a surpresa pode fazer a diferença daqui pra frente…

Muitos ditos ficam como “não ditos” neste momento com o calor das posições assumidas pelos defensores de plantão, porém, não se pode ficar “alheio” aos fatos que estão sendo pautados pelos interesses dos tais “Grupos” que continuam os mesmo de sempre…

Não é necessário escrever sobre tais pautas, pois, as mesmas estão mais evidentes do que nunca nos discursos pautados pelos interesses em nome disto ou daquilo, entretanto, “todo cuidado é pouco” com os nomes dos/as possíveis candidatos/as ao EXECUTIVO PROVINCIANO, bem como, não se pode esquecer-se do LEGISLATIVO com os/as LEGISLADORES/AS que quase sempre defendem os seus interesses pessoais e ponto quase final…

Mas, pra variar com a mesma variação de sempre, bem como, reforçando que a mesmice de sempre continua mais atuante do que nunca, além da predominância do famigerado SENSO COMUM para muitos desencontros com os/as eleitores/as…

Isso sem escrever outro dito popular tupiniquim, a saber: “me engana que eu gosto”, haja vista que existe uma “minoria” que está atenta às idas e vindas destes nomes e GRUPOS em busca do PODER PELO PODER COM O PODER…

O leitor ou leitora deste artigo deve parar para pensar sobre todas as cartas que estão sendo “jogadas” e ficar com as “orelhas em pé” quanto às promessas não cumpridas pelo VENCEDOR até o momento, isso sem esquecer-se da maioria dos LEGISLADORES que foram eleitos em nome disto ou daquilo, ainda, sem mais e sem menos…

Portanto, nesta Província tudo pode ocorrer neste meio sem início e talvez, fim de alguma outra coisa, todavia, cada qual deve saber pra onde correr quando os nomes forem EFETIVADOS com seus respectivos PARTIDOS POLÍTICOS em tempo de pós-globalização do MARKETING ELEITORAL…

Que este VELHO TEMPO NOVO possa continuar sendo determinante para um olhar além do SENSO COMUM nestes meses que antecedem tais desencontros quanto às possibilidades e escolhas para o EXECUTIVO e LEGISLATIVO na PROVÍNCIA do PAÍS DO FAZ DE CONTA…

___________________________________

(*) Jornalista Diplomado e Consultor na Área de Gestão da Comunicação Organizacional. Desenvolveu atividades como “Pesquisador-Colaborador” da CÁTEDRA UNESCO/METODISTA DE COMUNICAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL (1998/2018).

https://scontent-gru2-2.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/p960x960/70191863_2449366381807112_264862653095084032_o.jpg?_nc_cat=109&_nc_eui2=AeGWXQhLgGxmE2eMxjMDk_5Nwl5rvDf62t1swGVBYoETJGzvgq9a9iIN9VbAlnTfJy2hU1h1ViHqIIRaaobJZwo9khW1PrINylSn7zJiQoaLxw&_nc_oc=AQm-YYYVwb86wrvLTQWlOnXEHT4MNosRb0zIOex8J0HVLLfTh4ufLVGZT4xd4zch1Ws&_nc_ht=scontent-gru2-2.xx&oh=796626d9613a00913ef4e7c4704684f3&oe=5E5CABDD

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional