Mulher foi morta pelo ex-companheiro na frente do filho, Polícia procura o acusado

A vítima de feminicídio ocorrido em Adamantina na noite desta terça-feira (10), Mara Jaqueline Flor, 29 anos de idade, foi morta pelo ex-companheiro com um corte provocado por faca na frente do filho. Ela morava na casa da irmã.

Quando os policiais chegaram ao local, encontraram a vítima caída na porta da cozinha, com intenso sangramento. Ela chegou a ser socorrida e levada ao Pronto-socorro pelo Corpo de Bombeiros, mas chegou sem vida à unidade.

De acordo com registro da ocorrência, os policiais apuraram preliminarmente que a vítima havia se separado do suspeito e, conforme o relato da irmã chegou a se mudar de casa várias vezes, pois o homem sempre a perturbava.

A irmã da vítima contou ainda que, na noite desta terça-feira (10), o homem enviou uma mensagem à vítima dizendo que precisava de um documento do filho dela, que ele assumiu e registrou em seu nome.

Segundo relatou a testemunha, o indivíduo disse que tinha a intenção de tirar seu nome do registro da criança, pois não queria mais vínculo com ela.

Assim, combinou de se encontrar com a vítima em uma esquina da rua.

https://scontent-gru2-2.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/70315263_2654726838087709_3788925594826178560_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_oc=AQn-N6cVAcFLKjP83fXWknCsz7H8b-v1YR403RTs4d6wVrcWjbDojbbmNNul9vXnTTI&_nc_ht=scontent-gru2-2.xx&oh=4d4a1647ceff7c0839ad767b01e1b2b9&oe=5DFF4CE4FOTO: Divulgação/Redes Sociais

Porém, com receio de alguma atitude violenta contra a mulher, a irmã da vítima disse que levaria a certidão de nascimento no lugar dela e foi o que aconteceu.

Pouco tempo depois, o ex-companheiro mandou outra mensagem à ex-mulher dizendo que ela poderia ir buscar o documento, no mesmo ponto.

Novamente, quem foi ao local foi a irmã da vítima. Contudo, no momento, um amigo da família contou que a mulher havia sido esfaqueada.

A irmã soube pelo amigo da família que o indivíduo chegou na varanda da casa e pediu à ex-companheira para pegar o filho no colo. A mulher lhe entregou a criança.

O homem devolveu o filho e, em seguida, pegou uma faca e atingiu a vítima no pescoço. A mulher ainda conseguiu entrar na casa e colocar a criança no carrinho, mas caiu na porta da cozinha, onde permaneceu até a chegada da polícia.

O homem fugiu do local em seguida e ainda não foi encontrado. As Polícias Civil e Militar realizam buscas pelo indivíduo em Adamantina e região.

O corpo de Mara está sendo velado no Velório Municipal de Mariápolis e será sepultado ainda nesta quarta-feira (11) no Cemitério daquela cidade.

REPORTAGEM: G1 Presidente Prudente – FOTO: Divulgação/FM Metrópole

https://scontent-gru2-2.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/69983818_2636765749721084_1756372140635979776_n.jpg?_nc_cat=105&_nc_oc=AQkVFUskNSzrueF1xTLQxt83TmVFz_pplY21SpJRd-TrB2NuXMQlNMkPI_-Vf9siiNY&_nc_ht=scontent-gru2-2.xx&oh=e480307a3eb18c7fdefd50fc3722e237&oe=5DF800F9

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional