SAAMA resgata abelhas nativas de árvores suprimidas próximas a Santa Casa

Devido às melhorias que estão sendo realizadas na Santa Casa de Adamantina pelos reeducandos do Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu (CPPP), a Prefeitura de Adamantina, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (SAAMA) executou a supressão de três espécies arbóreas localizadas na Avenida Vitorio Romanini, próximo a entrada.

Antes da supressão, uma equipe da pasta esteve no local para executar uma vistoria e identificar ninhos ou enxames de abelhas. A vistoria encontrou dois enxames de abelhas das espécies Arapuá  (Trigona spinipes) e Borá (tetragona clavipes).

Por conhecer a importância das abelhas nativas, a SAAMA acionou seu corpo técnico para o resgate, preservando assim o meio ambiente. 

Os dois foram resgatados devido ao corte meticuloso nas árvores e no período da noite, uma equipe de voluntários fez o transporte para um meliponario da região.

Essa ação de resgate só foi possível, porque a pasta realizou no ano passado uma capacitação com 22 funcionários do corpo técnico sobre a importância das abelhas e como deve ser realizado o regaste dos enxames das abelhas sem ferrão.  

Na oportunidade, o Prof.Dr. Vagner Amado Belo de Oliveira, pró-reitor de Extensão, Prof. Dr. José Aparecido dos Santos, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação e o técnico em Meio Ambiente, Rodrigo Ruiz Pereira trataram inicialmente sobre a importância das abelhas para a agricultura e para o meio ambiente.

Na aula prática, os funcionários conheceram o meliponario da UniFAI, e realizaram o transporte de um enxame de Jatai (Tetragonisca angustula) que estava alocado em bambu para a caixa racional.

 

Jornalista Natacha Dominato

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ADAMANTINA

 

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/54258188_417514889054208_1928097757902405632_n.jpg?_nc_cat=109&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=28d849d212167e315666e8e81f893097&oe=5D6415F2
 

 

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional