SAAMA leva alunos da Instituição Capaz a Estação de Tratamento de Esgoto

Com o objetivo de gerar conhecimento a respeito da operação do sistema de coleta e tratamento de esgoto realizado pela Sabesp em Adamantina e da importância da ação para a saúde pública, a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (SAAMA) possibilitou a visita de três turmas da Instituição Capaz de Adamantina a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) situada na cidade.

As visitas ocorreram nos dias 1, 2 e 6 de abril, guiadas pelo engenheiro ambiental Daniel Mendes, pela química Ariane Peluco e pelo engenheiro JulioVillagra, da Sabesp e pelo engenheiro ambiental da Prefeitura e interlocutor suplente do município VerdeAzul, William Bachega.

A ação atende a diretiva do Município VerdeAzul intitulada de Esgoto Tratado. “A diretiva Esgoto Tratado visa incentivar os municípios a zelar pelo saneamento básico, de forma que atinge diretamente a saúde pública e na boa qualidade recursos  hídricos.Desta forma, é  de suma importância divulgar a população o tratamento de esgoto que é feito no município pela Sabesp”, explica o interlocutor do Município VerdeAzul, William Bachega.

Durante a visita, os alunos puderam entender a importância do tratamento de esgoto e como a falta de saneamento básico é responsável pela proliferação de inúmeras doenças parasitárias e infecciosas, além da degradação do corpo da água. A disposição adequada dos esgotos é essencial para a proteção da saúde pública.

A companhia de saneamento ressalta que, mensalmente, são retiradas em média 16 toneladas de resíduos descartados inadvertidamente pela população em pias, ralos e vasos sanitários. O material, que fica retido no gradeamento, na chegada às ETEs, é enviado para um aterro sanitário licenciado em Presidente Prudente, depois de devidamente seco.

Entre os resíduos encontrados estão peças de roupas, fraldas descartáveis, escovas, pastas de dentes e embalagens plásticas em geral. Todos estes materiais deveriam ser destinados às lixeiras e não a rede de esgoto assim como o óleo de cozinha que deve ser armazenado em garrafas plásticas e entregue em pontos de coleta para reciclagem.

 

Jornalista Natacha Dominato

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ADAMANTINA

Colaborou: Assessoria de Imprensa da Sabesp

 

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/53690279_417515092387521_1547469196261064704_n.jpg?_nc_cat=101&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=d1a5dbde51bd4a70b596c53a3bbbe66f&oe=5D4E681D
 

 

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional